Boina Preta sim e com muito orgulho... - 4° Batalhão de Infantaria e Blindados é composto pelas CIAs: 1°, 2°, 3°, Comando, Serviço e Banda, somos todos sim FUZILEIROS, INFANTES e Combatemos com Blindados, sim Senhor... E munido de Boina Preta... Saibam que os Melhores são apenas bons para a INFANTARIA - A Boina Preta não se ganha, conquista-se com sangue e suor... - Uma vez em Estado de Guerra, para o Boina Preta, inimigo na mira, vencido ou capturado, é inimigo morto! Não carregamos bagagens extras, muito menos prisioneiros... Isso é um pouco dos Infantes Boinas Pretas, Filhos do 4° Batalhão de Infantaria e Blindados... Encare o Cão, mas não encare o Infante, pois o Cão perdoa, o Infante NÃO!!! - No dicionário do Infante Blindado a palavra PIEDADE foi apagada DO DICIONÁRIO... - INFANTARIA... BRASIL!!! Boina Preta até a MORTE. Enquanto houver um Soldado do 4° BIB vivo, perdurará a Honra, a Fibra, a Raça e a Astúcia do Boina Preta que um dia se trajou de Verde para Defender as Cores, o Território e o Povo da Nação Brasileira... Com sua VIDA se preciso fosse!!! Isso é Infantaria... Isso é Exercito... Essa é a realidade que paira na mente do Boina Preta em seu dia a dia... CUIDADO...

23 de janeiro de 2016

Hino nacional em funk

video


Avacalhação Geral com o Hina Nacional Brasileiro


Hino Nacional banalizado ao estilo e som do Funk - Dom Pedrito-RS - Cacimba de Dentro-PB

Soldados de um quartel de Dom Pedrito, na Campanha (RS), viraram comentário no Estado após terem um vídeo publicado na internet em que aparecem dançando o Hino Nacional no ritmo do funk. As imagens mostram seis soldados, a maioria de 18 anos, da 3ª Companhia de Engenharia de Combate Mecanizada. As imagens teriam sido gravadas no início da semana e dentro da unidade.  Um inquérito policial militar foi aberto para investigar o caso e descobrir quem foi o autor do vídeo, bem como as circunstâncias em que ele foi feito. Em Dom Pedrito, circulam boatos de que o grupo estaria preso no quartel, mas a informação da prisão foi negada.  O que diz a Constituição Federal  É vedada a execução de quaisquer arranjos vocais do Hino Nacional, a não ser o de Alberto Nepomuceno. Não será permitida a execução de arranjos artísticos instrumentais do Hino Nacional que não sejam autorizados pelo presidente da República, ouvido o Ministério da Educação e Cultura. É obrigatória a tonalidade de si bemol para a execução instrumental simples do Hino Nacional. O canto dever ser sempre uníssono (a mesma altura).




Uma apresentação dos alunos da Escola Senador Humberto Lucena, em Cacimba de Dentro, no interior da Paraíba (cerca de 160 km da capital João Pessoa), tem causado polêmica na web. Isso porque, durante a abertura de um evento da instituição, uma turma de alunos fez uma coreografia de funk usando o Hino Nacional como base musical.